MANUELA HENRIQUES

Para Manuela Henriques, joias não são apenas enfeites: são formas de expressão e identidade, sempre sujeitas às mais diversas interpretações e releituras.

 

Formada em Psicologia e passando a adolescência no ateliê

da mãe, Manuela desenvolveu um olhar particular sobre as pessoas, culturas e as subjetividades dos processos de cognição.  Foi nesta interação direta com a arte que começou a criar "esculturas para se usar". A partir daí, passou a estudar

e adentrar ao mundo da gemologia, ourivesaria, história da

arte e joalheria, posteriormente pós graduando-se em Jewelry Design no IED.

 

As joias autorais de Manuela fluem entre o design, arte

e técnicas tradicionais da ourivesaria. Adepta do slow

fashion, a designer traz em suas coleções -sempre pequenas

e atemporais- peças com movimento e feitas à mão.

Buscando sempre expressar suas ideias através de suas

criações, Manuela convida o outro a interagir com as joias

e criar suas próprias formas de usar. A ideia é ampliar o espectro de uso, para que cada pessoa possa imprimir sua identidade

nas mesmas.

 

Sua busca contínua é por materializar o abstrato em formas lúdicas e poéticas, geométricas e orgânicas. Para Manuela, é a expressão artística que torna a peça valiosa, indo muito além do metal ou da pedra usados. Dessa maneira, tem conquistado cada vez mais a admiração daqueles que buscam estética e contemporaneidade na joalheria.